Compartilhe e ajude!

Uma das primeiras preocupações dos pais quando os filhos começam a ir para a escola é saber quando eles começarão a ler e escrever. Como as crianças têm perfis e, com isso, dificuldades e habilidades diferentes, cada uma leva seu próprio tempo para desenvolver certas funções. Algumas situações, contudo, podem ser estimuladas, sem que isso se torne um peso, tanto para crianças quanto para os adultos.

Veja algumas dicas que podem auxiliar nesse processo:

Crie um ambiente propício para que a criança se sinta estimulada, mas não pressionada.

Incentive de forma lúdica. O uso de livros não-tradicionais, lousas e outros recursos é sempre estimulante e divertido.

Leia seus próprios livros. Os filhos têm os pais como principais exemplos.

Leia para os pequenos. Isso o estimula a querer ler junto e, em seguida, vai fazê-lo querer escrever.

Mantenha lápis e caneta à altura da criança, para que ela possa usá-los sempre que tiver vontade. Apenas tome cuidado pois, dependendo da idade, ela pode trocar o papel por paredes e
móveis.

Valorize cada avanço. Pequenos passos devem ser comemorados e estimulados.

No primeiro momento, não cobre capricho. A caligrafia de um aprendiz nunca é perfeita segundo os padrões estéticos. Não critique.

Crédito: Pinterest