Escolha uma Página

Estudar pode parecer uma tarefa “chata” para muita gente… Mas mal sabem eles os benefícios de manter a mente sempre ativa!
 

 

Há alguns anos, ou melhor, há alguns muitos anos, estudar no Brasil era uma tarefa quase impossível. A história da Educação no país, considerando-se “educação” como um processo sistematizado de transmissão de conhecimento, começa no período colonial com a catequização dos povos indígenas. Neste período, e pelos próximos 300 anos, homens brancos que desejavam conhecimento o buscavam em colégios religiosos ou partiam para o velho mundo (a Europa). Sim, mulheres e escravos estavam excluídos da patotinha.

Com a vinda da família real para o Brasil, em 1808, o panorama mudou um pouquinho, com a abertura, por Dom João VI, das Academias Militares e as Escolas de Medicina (na Bahia e no Rio de Janeiro).

Mas, foi apenas em 11 de agosto de 1827 que o então imperador Dom Pedro I instituiu no Brasil a Faculdade de Direito de Olinda, em Pernambuco, e a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, em São Paulo. E isso facilitou bastante o acesso à Educação por estas bandas. É bem verdade que estas faculdades tiveram importância crucial no processo de consolidação do ensino superior e do exercício da vida intelectual no Brasil.

E é por isto que literalmente um século depois, o advogado Celso Gand Lev propôs que fosse comemorado o Dia do Estudante a partir daquela data, em 11 de agosto de 1927.

Pois bem, feliz Dia do Estudante então! 😊 Há nove décadas celebramos esta data e… tem muita gente que não gosta de estudar! E tem muita gente que acha que estudar é necessário (ou obrigatório) apenas para crianças e adolescentes que cursam os Ensinos Fundamental e Médio e para aqueles que almejam o tão sonhado curso superior.

Alto lá! Estudar não precisa estar necessariamente relacionado com 2 + 2 = 4. Claro que o mercado de trabalho de hoje exige profissionais cada vez mais capacitados e com títulos, títulos e mais títulos (o que também é controverso, mas entraremos neste mérito um outro dia…), mas estudar também está relacionado com o seu desenvolvimento pessoal. Estudar música, línguas, crochê, culinária… Estudar não é só para desenvolvimento profissional!

Se você não está convencido, talvez estes seis bons motivos podem te influenciar a se tornar um eterno estudante… Pegue seu lápis e caderninho (ou talvez um tablet, se você é mais contemporâneo) e bons estudos!

Feliz Dia do (eterno) Estudante!

 

Motivo 1 (o óbvio) – Estudar te mantém atualizado em sua profissão:

 

Se você já se formou e acha que seu futuro está garantido, pense mais uma vez! O mercado de trabalho está cada vez mais dinâmico e exigente e isto faz com que a sua profissão, independentemente da área de atuação, mude constantemente. Ficar por dentro das tendências da sua área (e de outras áreas, por que não?) te tornará um profissional mais capacitado, produtivo e feliz! Portanto, não pare na faculdade!

 

Motivo 2 (o lógico) – Estudar mantém o cérebro ativo:

 

Sabe aquele papo de que precisamos exercitar o corpo e a mente? Pois é… é a mais pura verdade! Exercitar o cérebro é tão importante quanto fazer atividade física, pois ele é responsável por comandar o nosso corpo. Tentar memorizar e aprender conteúdos novos estimula o cérebro, gera novas conexões e te deixa jovem e ativo por mais tempo!

 

Motivo 3 (o saudável) – Estudar evita o Mal de Alzheimer e a demência:

 

Sim, temos medo das doenças da modernidade! Especialmente aquelas que afetam a mente! Então, bora estudar! Pesquisas sugerem que estudar não só evita o aparecimento de doenças como o mal de Alzheimer e a demência, como tem também o potencial de inibir ou retardar a manifestação dos seus sintomas. Por exemplo, pesquisadores brasileiros analisaram amostras de três mil cérebros de pessoas que faleceram na última década na Grande São Paulo; com ajuda de um microscópio, analisaram os sinais de Alzheimer nesses pacientes e confrontaram os dados com informações sobre os hábitos e histórico da vida de 675 deles. Resultado: entre aqueles mais escolarizados e com lesões características da doença, 30% não apresentou, em vida, sintomas.

 

Motivo 4 (o informado) – Estudar mantém a mente conectada:

 

Manter a mente conectada com os acontecimentos de sua região e ao redor do mundo, em áreas diversas, colabora não só para aquela discussão acalorada (mas respeitosa, né?) no Facebook, como também para o seu próprio desenvolvimento. Além de se informar, você poderá formar novas opiniões sobre temas que não tinha conhecimento e com certeza terá bons argumentos em conversas sobre assuntos mais complexos.

 

Motivo 5 (o criativo) – Estudar estimula a criatividade:

 

O motivo 5 está diretamente relacionado ao motivo 4. Por duas razões: primeiro, criatividade se aprende e, portanto, pode e deve ser estudada. Segundo, porque pessoas criativas têm um vasto repertório (conhecimento) de assuntos diversos que se adaptam às necessidades do dia-a-dia. Normalmente ideias criativas surgem da combinação de algo já existente, adaptado a uma nova realidade. Veja o que o humorista e professor Murilo Gun tem a dizer sobre a “combinatividade” e alguns mitos sobre a criatividade.

 

Motivo 6 (o da memória) – Estudar estimula a memória:

 

Estudar não é decorar. Costumamos esquecer o que decoramos, já o que estudamos fica guardado. Isso porque quando lemos e aprendemos algo sobre qualquer assunto, dizemos ao nosso cérebro que ele precisa guardar aquilo, para ser usado em algum momento futuro. Já quando decoramos geralmente é para algo momentâneo, então o cérebro só fixa a informação até o momento que entende precisar dela. E normalmente ele não entende que a informação é para ser armazenada para aquela prova do dia seguinte, não é mesmo?

 

“Estudar” pode ser um termo um pouco pesado para o que tentamos transmitir aqui no Programa 1BOOK4LIFE. Acreditamos que estudar não está necessariamente relacionado com a cadeira, quadro negro e giz, papel, caneta e borracha. Estudar é a busca de conhecimento e o caminho para transformar vidas. E estudar pode ser prazeroso e divertido! Como? Investindo na leitura de literatura!

E é por isso que buscamos incentivar a leitura literária em nossos alunos da rede pública no Brasil. Ler estimula a mente, mostra possibilidades, torna sonhos realidade.

Junte-se a nós e transforme vidas por meio da leitura!

Presentear livros pelo 1BOOK4LIFE é simples, rápido, fácil, seguro e efetivo. Você entra no site, seleciona a quantidade de alunos que gostaria de presentear e nós nos encarregamos de entregar os livros a eles, em uma grande festa! Você acompanha tudinho, sem precisar sair de casa. Com determinação, e com a sua ajuda, transformaremos o Brasil por meio da leitura. Participe!

 

www.1BOOK4LIFE.com.br

 

#LivrosTransformamVidas

#PresenteieLivros